terça-feira, maio 23, 2006

O Mais Belo Poema

Minha Mãe
Tu me ensinaste a esperar
Como esperaste nas horas difíceis
Mas a vida
Matou em mim essa mística esperança
Eu já não espero
Sou aquele por quem se espera…

Sou eu minha Mãe.
A esperança somos nós
Os teus filhos
Partidos para uma fé que alimenta a vida.

Somos as crianças nuas das sanzalas do mato
Os garotos sem escola a jogar a bola de trapos
Nos areais ao meio-dia
Somos nós mesmos
Os contratados a queimar vidas nos cafezais
Os homens negros ignorantes
Que devem respeitar o branco
E temer o rico.

Somos os teus filhos, Mãe
Dos bairros de pretos
Com fome e com sede
Com vergonha de te chamarmos Mãe…

Agostinho Neto







Nota: Todas estas imagens foram copiadas do site Sanzangola

1 comentário:

dakidali disse...

MAs que fotos sensacionais. Realmente África é o melhor Continente. Enche-me a alma, a vista e o coração.
Beijinhos